99Shares

.

CONTEUDOPATROCINADO

 

.

Se você ama o mundo da animação 3D, é fã de carteirinha dos filmes da Pixar e vive buscando formas de descobrir o que há por trás dos bastidores, bem-vindo ao clube!

João Boldrini, Diretor da MELIES, preparou um conteúdo pra lá de especial pra te contar um pouquinho sobre o Processo de Produção de um Filme de Animação Digital!

Vamos nessa? ; )

(Geralmente seguimos as etapas descritas a seguir, com adaptações para projetos específicos).

 

processoproducaomelies

 

1. PRÉ-PRODUÇÃO

Essa etapa envolve toda a criação da história, do som e do estilo dos personagens, cenários e objetos do filme a ser produzido. Começamos pela IDEIA do que se quer produzir. Com base na ideia, a gente pode elaborar o ROTEIRO, que é a parte em que descrevemos cada cena, fala, cenário e ação do filme.

Roteiro em mãos? Então mãos à arte! 😛

É hora de desenhar cada cena, com as câmeras e personagens em diversas posições e tempos de ação. O resultado dessa tarefa é conhecido como STORYBOARD.

Agora a gente pode começar a parte de SOM: definimos os estilos de trilha sonora que serão utilizados e gravamos as falas dos personagens. A fala ajuda, inclusive, na concepção dos personagens, pois já criamos, ao mesmo tempo, o estilo de atuação de cada um deles.

Unindo estas primeiras etapas, conseguimos fazer uma versão muito simples do filme, conhecida como ANIMATIC: os personagens e cenários são objetos muito simples e mais leves para serem manipulados. É tipo uma prévia do que vai ser feito para o projeto final 😉

 

 

Com estas etapas concluídas, partimos para a criação dos modelos, com a DIREÇÃO DE ARTE e o CONCEPT dos personagens, cenários e objetos: é hora de desenhar tudo, tudinho que vai aparecer no seu filme.

 

 

2. PRODUÇÃO

Mãos à obra: vamos colocar no computador, em softwares específicos de animação, todos os elementos que criamos até aqui. A gente começa pela MODELAGEM, etapa em que produzimos uma escultura digital de cada personagem, gerando uma malha pra ser utilizada nas próximas etapas.

 

 

É na etapa do RIGG que a gente faz a malha do personagem ser funcional: criamos uma cadeia de ossos e controladores e a malha sofre a influência desses ossos para fazer os movimentos dos personagens. É nessa hora que damos vida pra eles!

 

 

Ao mesmo tempo podemos produzir a TEXTURA dos personagens, objetos, cenários e afins: é aqui que a gente cria os mapas de cor, porosidade, reflexão, transparência, brilho, etc.

Rigg finalizado? Partiu ANIMAÇÃO! 😀

É hora de aplicar os 12 Princípios Básicos de Animação pra dar vida ao seu filme! Em cada cena animada criamos os EFEITOS 3D, tais como simulação de tecidos e cabelos.

 

Fechou?

Agora podemos ir pra etapa de criação de LUZ em cada cena, que é o que vai dar o tom do filme. E logo em seguida, partimos para o RENDER, a última etapa do nosso processo de produção! É nesta parte que a gente cria imagens finais de alta qualidade para produzir o filme.

Cada segundo de animação tem 24 imagens por segundo, cada uma destas imagens pode ser separada em várias camadas para facilitar e otimizar o render, por exemplo, fazemos um render do cenário, outro render para o personagem, outro para a sombra, e quantos mais forem necessários, assim é mais rápido o cálculo para produzir estas imagens e depois elas podem ser alteradas mais facilmente na PÓS-PRODUÇÃO.

 

 

3. PÓS-PRODUÇÃO

Iniciamos esta etapa fazendo a COMPOSIÇÃO do filme, que consiste em colocar todas as camadas renderizadas em ordem para produzir cada cena individualmente. O próximo passo é fazer os EFEITOS 2D para estas cenas, acrescentando elementos como água, fogo, fumaça, entre outros.

Com todas as cenas produzidas partimos para a EDIÇÃO e as colocamos em ordem, fazendo as transições necessárias entre elas e incorporando o SOM, com todos os efeitos de som, falas e trilha sonora. Uma CORREÇÃO DE COR faz a unidade do filme para não ter variações drásticas involuntárias, criando então, o seu FILME FINAL  😀

 

 

Agora que você já viu um pouquinho do Processo de Produção de um Filme de Animação Digital, que tal conferir as áreas de atuação que o mundo do 3D oferece como opção, hein?

 

 

Já sabe em qual dessas áreas você seguiria profissionalmente? Conta pra gente!!  Na MELIES incentivamos o aluno a conhecer e participar da produção de todas estas etapas, mesmo que ele venha a ser um especialista no futuro, pois assim ele pode ter um conhecimento geral do processo e do que é necessário ser feito na sua especialidade para auxiliar no processo de todas as etapas.

Para saber mais e conhecer nossos cursos e materiais acesse: www.melies.com.br

 

 

 

 

99Shares