Essa é uma daquelas vezes em que precisamos simplesmente parar o que estamos fazendo e observar. Não há muito o que dizer num primeiro momento, mas deixar pra depois o que estivermos fazendo, seja lá o que for, é fundamental.

Sabe quando você se depara com algo tão pouco usual que ao se dar conta de sua magnitude você simplesmente arregala os olhos e fica em silêncio, sem poder dizer abslutamente nada? Como se de repente quisesse apenas prestar uma homenagem, dizer um obrigado ou qualquer coisa que pudesse retribuir minimamente a alegria de ver um “algo divino” se expressar bem diante de seus olhos?

Tudo bem, é um texto bem passional. Admito. Talvez até o mais passional entre todos os textos já publicados no THECAB (um blog bem passional, diga-se de passagem), mas não ligo. Como não ser passional se estou escrevendo sobre a capacidade de manter viva uma paixão de infância?

Sim, é isso mesmo. Pois não vejo outra explicação para descrever o que o garoto “De’Von Stubblefield” mostra em seu blog “Oldles of Doodles“. E não digo garoto à toa. Ele tem (PASMEM!!) somente 16 anos e – nada mais natural – já é um estagiário do Walt Disney Animation Studios.

Seu traço mostra fluidez, ritmo, qualidade técnica, estilo, criatividade, e claro, um talento incontestável. Se notássemos tais características em alguém que tenha até já passado dos 30 já seria algo muito relevante, pois mostraria os anos de estudo, de dedicação, de treinamento, leitura, pesquisa e comprometimento com sua “paixão de infância”. Agora, o que dizer quando tal estágio de maturidade artística é atingido quando se tem 16 anos?

Nada. Não é para dizer nada. Mas ver pode.  : D

Além de todo o talento, Stubblefield mostra também que está muito disposto a aprender. Sua maturidade realmente impressiona. Logo na entrada de seu blog lemos uma frase do lendário  “Ollie Johnston” destacada por ele: “”Your drawings can be rough, but they need to be clear!” (algo como: seus desenhos podem ser apenas esboços, mas eles precisam ser claros).

Mais adiante, na página 9 do blog, ele postou um texto (não menciona de quem é) muito bom que talvez ajude a explicar um pouco seu crescimento: “whatever-happened-to-that-childlike-sense-of-wonder“.

Abaixo, a tradução:

O que aconteceu com aquela capacidade infantil de se maravilhar?

Eu estou certo de que essa questão surge na mente de muitos de tempos em tempos. Eu não sei se há realmente uma resposta definitiva, pois todos nós fomos criados de maneiras diferentes, mas em algum ponto eu penso que todos nós já fomos ao topo de nossa vasta imaginação. Nós vimos o mundo com uma luz diferente. Nossa imaginação nos forneceu oportunidades infinitas para criar. Porém, quando começamos a crescer algo aconteceu. As coisas que costumavam nos fascinar não fascinam mais. A realidade lentamente tomou conta com todas as suas preocupações e seus problemas e nós começamos a perder a noção do que acionava nossa imaginação.

Talvez tenha sido a negatividade, o estresse, as responsabilidades, as críticas, ou apenas a pressão que nos tenha desviado do caminho. O que acontece é que, uma vez que você bloqueia o fluxo de seu processo criativo, você será puxado para um mundo em preto e branco. Você começa a ver as coisas nas suas formas mais simplistas. Como então voltar atrás e retornar ao mundo das cores?

A resposta é simples. Comece a pegar diferentes rotas para seus destinos diários. Comece a questionar-se por quê as coisas são como elas são. Olhe as coisas de perspectivas diferentes, seja mentalmente ou mesmo fisicamente. Ouça uma música que traz de volta uma lembrança. Não apenas ouça, mas pense a respeito. Comece a observar o que faz as pessoas felizes e pergunte (ou para você mesmo) o que as faz sentir assim. Se você tem tempo, dê uma caminhada, ande de bicicleta, leia algo em um livro, anote uma lista de coisas que o fazem feliz e porque elas o fazem sentir desse modo. Uma vez que você começa a fazer essas coisas, seu mundo em preto e branco começará lentamente, mas com certeza, a ser preenchido novamente com cores.

Ah, para não dizer que o espanto é só do THECAB, dê uma olhada no Facebook de Goro Fujita e veja o que ele fala do garoto:

“Eu normalmente não divulgo trabalho de pessoas aqui, mas isso é ridículo. De Von Stubblefield tem 16 anos e atualmente está estagiando no departamento de arte da Disney. Meu amigo me mandou o blog e eu fiquei sem palavras. Veja esses incríveis trabalhos. Sem dúvida esse garoto vai ser grande!”

OUTROS POSTS QUE PODEM SER DE SEU INTERESSE: